Storytalling
46418
post-template-default,single,single-post,postid-46418,single-format-standard,bridge-core-2.1.1,gdlr-core-body,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-theme-ver-19.8,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.1,vc_responsive

Storytalling

Por vezes o mais difícil numa campanha de marketing é atrair a atenção do cliente. O storytalling é uma ferramenta que pode ajudar neste sentido, e por isso vamos falar-lhe dela.

A partilha de ideias, opiniões, informações e histórias estão intrínsecas ao ser humano, entendendo-se alias que é a linguagem que nos distingue dos demais animais.

Ao contar uma história estamos não só a passar uma mensagem a alguém, como também a despoletar uma determinada emoção em quem ouve a história.

Se uma história conseguir captar as emoções de quem a ouve, lê ou vê, a história vai acompanhar a vida dessa pessoa e provavelmente dos seus descendentes, como é o caso de marcas icónicas.

Se pensar nas histórias e filmes que compra para oferecer a alguém mais novo verificará que existe uma tendência de começar pelas histórias mais antigas que já conhece e lhe suscitaram interesse, mesmo que tenha ouvido falar de um livro muito bom que foi lançado recentemente.

São estas histórias que fazem que grandes marcas passem de geração em geração, e que anos depois ainda se recorde de um slogan que foi em tempos usado.

O storytalling é exatamente uma forma de contar uma história e pode ser aplicado tanto no marketing tradicional como no marketing digital.

A intenção desta técnica é criar uma história que consiga passar a mensagem da marca, ou produto e que suscite algumas emoções no público-alvo.

O storytalling garante a atenção de quem está a observar a campanha de marketing, em suma cria empatia com o público, criando um envolvimento único com a marca/produto.

Em alguns casos vemos que a marca tornasse um ícone na vida dos clientes, fazendo parte de momentos da sua vida e da sua história.

Muitas vezes o cliente pode até nem se aperceber do envolvimento que tem com uma marca, mas a verdade é que acabam por optar por adquirirem sempre um determinado produto.

A ligação a este produto está ligada a um estilo de vida, a um estatuto, ao poder, existem uma série de fatores que estão para além da qualidade, preço, tecnologia ou inovação.

Certamente que se pensar nas marcas que comprar quando organiza uma festa acaba por se dirigir sempre as mesmas prateleiras do hipermercado. Talvez possa achar que não existe explicação, mas de alguma forma aquela marca criou um vínculo consigo e em alguns casos com os seus familiares, e uma vez que são criadas memórias com estas marcas elas continuam a fazer parte das nossas vidas.

Assim quando está a criar uma campanha deve sempre pensar nas emoções que vai causar ao seu cliente.

Será que consegue entrar na casa do consumidor?

Será que o slogan é suficientemente apelativo para anos depois ainda se cantarolar?

Poderá causar uma sensação de nostalgia a quem o vir no futuro?

Se a resposta for positiva, ou se acreditar ser possível está no bom caminho, caso contrário poderá tentar inovar a sua campanha.

Conte connosco para tornar a sua campanha mais visível.